Geomecânica

Desafios do Pré-sal

Com a descoberta do pré-sal no Brasil, a parceria entre a PETROBRAS e a universidade ganhou um novo impulso, possibilitando o surgimento de novas linhas de pesquisa. Além dos benefícios econômicos dessa descoberta, o pré-sal trouxe também o desafio de explorar e produzir reservatório ainda mais profundos. Esses reservatórios encontram-se em profundidades superiores a 5.000 m em relação ao nível do mar, sob lâminas d’água de mais de 2.000 m e trapeados por espessas camadas de rochas salinas com espessura superior a 2.000 m em algumas áreas.

Perfuração em Rochas Salinas

Ao serem perfuradas, essas rochas salinas podem provocar o fechamento do poço devido ao fenômeno de fluência. Em alguns tipos de sais, esse fenômeno ocorre com um grau sensivelmente maior quando comparados com outros materiais normalmente encontrados na natureza. Devido a esse comportamento, na fase operacional, a presença dessas rochas está associada a um grande número de problemas de estabilidade de poços e integridade dos revestimentos.

Simulação Computacional de Poços

Com o objetivo de auxiliar no estudo e projeto de perfuração de poços em camadas de rochas salinas, simulações computacionais vêm sendo realizadas, de forma bem sucedida, há vários anos pela PETROBRAS. Essas simulações, além de complexas, envolvem o estudo e a definição de diversos parâmetros, a modelagem dos poços, o processamento de dados e a interpretação técnica dos resultados, os quais demandam elevado custo computacional. A simulação numérica do comportamento de poços que atravessam grandes espessuras de sal vem sendo feita pela PETROBRAS através da utilização do simulador ANVEC (Costa, 1984), amplamente utilizado pelo CENPES em diversos estudos geomecânicos desde 1984. A modelagem dos poços e a visualização dos resultados obtidos por essas simulações são realizados utilizando-se o programa Sigma2d, desenvolvido pelo Tecgraf/PUC-Rio e também integrante da Rede Galileu. Nesse contexto, a partir de dados fornecidos pela PETROBRAS e obtidos a partir de vários anos de estudos e pesquisas, incluindo modelagem computacional, ensaios laboratoriais e projetos bem sucedidos de poços do Pré-Sal, o Laboratório vem desenvolvendo um sistema de apoio a elaboração de projetos de perfuração de poços.