COVID-19


Descrição do projeto

Título: Produção de EPI’s utilizando manufatura aditiva para doação a profissionais de saúde envolvidos no enfrentamento da COVID-19 em Alagoas.
Coordenação: Adeildo Soares Ramos Júnior – Professor do magistério superior;
Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/3156454754179977
Dados gerais:
Tipo de investimento: Pesquisa aplicada
Financiador: Procuradoria Regional do Trabalho 19ª Região – MPT/AL
Área tecnológica: Manufatura aditiva
Linha de pesquisa: Computação científica
Vigência: 01/05/2020 – 31/07/2020

Motivação:

Objetivo geral:

Produzir 7.900 protetores faciais (face shield) utilizando as técnicas de manufatura aditiva (impressão 3D) de forma a contribuir com o atendimento das necessidades das equipes médicas durante o enfrentamento da pandemia de
COVID-19.

Justificativas:

A enfermidade provocada pelo SARS-CoV-2, denominada de COVID-19 (Coronavirus Disease2019) tem se espalhado por todo o globo, causando milhares de mortes até o momento, evidenciadas por dados epidemiológicos que crescem exponencialmente a cada dia. O modo de transmissão da COVID-19 se dá humano-a-humano, tal como acontece com outros patógenos  respiratórios, ocorrendo através de gotículas respiratórias da tosse ou espirro de uma pessoa infectada. A  transmissão de aerossol também é possível em caso de exposição prolongada a concentrações elevadas de aerossol em espaços fechados. Nesse sentido, os profissionais de saúde compreendem uma população com risco elevado de infecção, devendo seguir precauções padronizadas, dentre as quais inclui-se o uso de EPIs (Equipamentos de Proteção Individual).
Dentre as iniciativas necessárias para o enfrentamento da pandemia, a preparação dos profissionais de saúde para a assistência ao paciente com COVID-19 nas UTIs é uma prioridade. O tratamento desse paciente exige do profissional conhecimentos específicos, tanto voltados a cuidados com paramentação e uso de EPIs, dado o alto grau de contaminação do vírus, quanto a técnicas precisas de manejo das vias aéreas do paciente e estratégias ventilatórias. Em face da atual situação, a utilização estratégica da Manufatura Aditiva para suprir as demandas na saúde na pandemia doa COVID-19, tem sido fortemente incentivada no âmbito nacional e internacional.

Resultados esperados:

Espera-se contingenciar e mitigar o risco à exposição, transmissão e morbidade do coronavírus Sars-Cov-2 entre os profissionais de saúde que segundo dados do Ministério da Saúde e da OMS estão sendo infectados em torno de 12% dos casos confirmados. Sendo assim, contribuirse-á para mantê-los saudáveis e aptos para o enfrentamento da pandemia.

Benefícios do projeto:

Contingenciar e mitigar o risco à exposição, transmissão e morbidade do coronavírus Sars-Cov2 entre os profissionais de saúde que segundo dados do Ministério da Saúde e da OMS estão sendo infectados em torno de 12% dos casos confirmados. Sendo assim, contribuir-se-á para mantê-los saudáveis e aptos para o enfrentamento da pandemia.